Fraqueza...





Despojo de sentires a minha alma...
Nela estavam guardados, o teu toque, o teu cheiro, a tua voz
A beleza do teu semblante, a ternura do teu olhar...
Esvaziei meu âmago de lágrimas
Ausências, momentos, partilhas...
Solucei a saudade dos gestos, dos delírios
Encarei o vazio, o fustigante desejo inacabado de te ter aqui...
O destino separou-nos, a fraqueza dominou-nos
Construímos uma outra vida, cada um longe do outro...
Para sempre!

7 comentários:

Pena disse...

Linda Amiga:
Revela, neste sensível poema, uma melancolia e tristeza algo visíveis.
As suas palavras parecem falar. Mencionam um ser humano que é uma pessoa "perdida" para si, mas onde habita a esperança e o sentimento latente de amor. Recordado com mestria.
Belo. Profundo.
Palavras profundas num sentir perfeito. Se voltar, é porque merece-a. Acredito que volta. Só pode para apreciar o seu encanto, ternura e beleza.
Um Bem-Haja enorme.
Beijinhos amigos que respeitam.
Tudo de excelente, lhe desejo.
Sempre a estimá-la

pena

kakauzinha disse...

Minha linda docinha,

O que esta vida separou... quem sabe outra não junta... esperemos...

E a saudade não deixa de ser um alimento para a alma... sinal inequívoco de que algo de muito belo aconteceu.

Beijo muito azul no teu coração(*)

Pena disse...

Doce Amiga:
Enternecido pela sua linda visita deixo-lhe beijinhos de admiração e fascínio.
Encanta, terna amiga.
MUITO OBRIGADO pela sua doce amizade pura.
Beijinhos amigos de estima e respeito fortes.
O seu Ser é sublime de ternura e beleza

pena

Divinius disse...

Lindo post menina bela.
Beijos doces:)

Deusa Odoya disse...

oi minha nova amiguinha.
estás e parabéns , lindo mas um pouco triste esse seu poema.
adorei os post.
beijos e um fim de semana com muita luz e amor em seu coração.
te aguardo no meu cantinho.
fique na paz.

Nilson Barcelli disse...

Já tinha lido mas passei à frente o comentário...
Para além de outras coisas, este teu (bom) poema, revela a tua grande sensibilidade aos sentimentos.
Gostei imenso.

Beijinhos de saudade.

Nilson Barcelli disse...

Escreve mais minha querida amiga.
Um beijo grande.