Noite...

Nos silêncios que a noite traz, sinto minha alma em pranto...
Olho o passado com uma saudade fustigante...
Meu peito sôfrego, bate descompassadamente como, se os gritos calados da alma o ensurdecessem...
A debilidade dos sentimentos sustenta meu corpo...
A noite envolve-me na sua escuridão...
Perco-me nas ruelas do meu eu, ecoam as loucuras que me prendem a ti e o mundo por momentos parece ser só nosso...


5 comentários:

Jasmim disse...

Um beijo doce na tua alma...

Feliz Páscoa!

*

(jasmim)

Nocturno disse...

Não há limites quando se ama assim...
A saudade permanece para sempre.

Beijo

kakauzinha disse...

Minha querida,

Há quereres que ficam por serem únicos, sentidos de forma especial, tão especial que doem na alma. Mas são verdadeiros e fazem parte de nós...

As tuas palavras recordaram-me tanta coisa, tanta vida na minha vida! Quantas vezes também me sinto assim como tu...

"Perco-me nas ruelas do meu eu, ecoam as loucuras que me prendem a ti e o mundo por momentos parece ser só nosso..."

Dói... mas Amar é tão bom... não é?

Beijo azul e abraço no teu coração lindo*

Nocturno disse...

Divino é o teu sentir...

Beijo

Nocturno disse...

Bons sonhos doce jasmim

Beijo