Sereno sentir...





Às vezes
Por mais que nos custe
Por mais que nos doa
Por mais que não aceitemos
As dores
As lágrimas
As mágoas despejadas em nós
As revoltas fustigantes
Têm todo o significado de existirem
Porque depois de todos estes sentires sufocantes
A tal bonança chega
As nuvens cinzentas dão lugar às imaculadas
Em nós, volta a fazer-se sentir a acalmia
A serenidade
Os sorrisos começam a surgir como que espreitando por entre as lágrimas que se despedem de nós
O sol a cada instante reacende num brilho estonteante
Em momentos de dor
Meu peito enche-se de uma mágoa tremenda
Ganho uma vontade enorme de virar o mundo do avesso
Consome-me a loucura de uma revolta incontrolável
O céu parece querer engolir-me
O vazio fecha qualquer porta que eu possa imaginar
O sufoco toma conta de todos os meus sentidos
Perco-me debilmente nas ruas recônditas do meu próprio Eu
Mas...
A luta tem de ser constante
Não tenho o direito de queimar o oxigénio essencial aos que me rodeiam
Em momento algum posso deixar que as minhas inquietações possam incutir mau estar a quem me gosta
Nas solidões em que muitas vezes (e tantas vezes) o meu âmago se aninha
Não posso deixar que alguém me acompanhe
É na verdade fundamental que alguma mão tente alcançar a minha
Ainda que não saiba o quanto me faz falta nesses instantes
Mas não posso deixar que me sintam em baixo
Não posso deixar que me sintam caída no buraco
Buraco esse que me atormenta
Que me faz deambular num labirinto sem uma saída visível
Tenho de palpar, de cair mais uma e outra vez, de esfolar os joelhos, de sangrar às vezes demais, para encontrar o caminho correcto
O caminho que me leva de novo ao cume da montanha, que me proporciona uma visibilidade sublime deste mundo que me tira tanto, mas... também me brinda com tantos momentos de uma beleza estrema!

:)

9 comentários:

Helena disse...

Nada a dizer a algo que é tão verdadeiro....

Deixo um beijinho meigo e um sorriso...

:))))))))

Jasmim disse...

Beijo em si Helena...

Sorriso
*
:O)

jagsoares disse...

Estou arrepiado....é um texto com muito sentimento e realidade.
Obrigado por este momento...

kakauzinha disse...

Querida docinha,

Somos um mar de sentimentos contraditórios e só nós sabemos onde fica a saída do labirinto.

Por vezes perdemo-nos mas depois acabamos por encontrar um porto de abrigo para reencontrar novas forças para... viver.

Beijo grande em tu, abraço****))))

Jasmim disse...

JagSoares...

Obrigado pelo tempo que perde aqui neste espaço...

:O)

um beijo e um sorriso

Jasmim disse...

Docinho de Kakau...

É esse o lado bom da vida, que depois das mágoas encontramos o caminho da tranquilidade...

Beijo bem doce em ti minha querida
*

Um Momento disse...

Doce Jasmim...

Toma a minha mão...
Não me importo de esfolar os joelhos contigo, pois bem verdade o que sentes e exprimes...
Mas a duas...será mais fácil
Pois uma ampara a outra na queda, ajuda a erguer, e se tiver que voltar a cair, no ombro da outra pode consolar a dor da tormenta
...
Um abraço gigante e um doce beijo
(*)

Jasmim disse...

Doce um momento...

Pego tua mão sim, há momentos em que preciso mesmo de uma mão!

Aos poucos a dor atenua... Tem de ser, "esta" escolha não depende do meu querer!

:O)

Beijo imenso num abraço apertado
*

Um Momento disse...

Doce Jasmim

Abraço-te eu num sorrir de mão dada ... a nós

Dia muito lindo minha Querida

Beijo com muito , muito carinho
(*)