Haja o que houver...





Porque acalmas no teu mar manso a minha intranquilidade
Porque me completas no desejo insaciável
Porque me sossegas o âmago em pranto de saudade
Porque sofremos de um amor incontrolável

No sentir do peito palpitar
No respirar ofegante de cansaço
Estás aí onde tens de estar
Na realidade dos meus sonhos, no meu regaço

"Eu sei...quem és, pra mim...
Haja... o que houver
Espero por ti..."

Beija-me num sonho
Chama meu nome no nosso leito
Sente meu corpo suave
No despertar do teu amanhecer de solidão sem jeito

4 comentários:

kakauzinha disse...

Temos sonhos mas esperamos um "sonho especial"... diferente de tudo e todos... que existe mais perto... ou lá longe...

Beijinhos doces*****:)))))

Jasmim disse...

Docinho de kakau...

*sorrio-te num silêncio doce...

É isso mesmo!

:O)
*

Um Momento disse...

Haja o que houver...
Doce Jasmim
A Esperança é sempre a última a morrer

Um doce beijo nunca perdendo a Esperança em tudo aquilo que acreditamos

Saudadinhas de te "falar"
Abraço apertadinho em ti
Beijo-te
(*)

Jasmim disse...

Doce um momento..

Ainda bem que acreditamos, a Esperança tem de pervalecer SEMPRE!!!

Saudaditas de tu também
*