Sonho-te...



(Foto: ABrito)



Sentir que sou especial para alguém, era coisa que já não me lembrava como era...
Sentir que ainda não perdi o meu lado de mulher, o desejo da carne...
Já não sabia como era sentir-me assim.
Os dias correram, os momentos mais uma vez souberam a pouco pelo tanto que te quero...
Os risos, o toque, o sabor do beijo, o conforto do abraço, o cheiro...
Trouxe-te entranhado na minha pele...
Abriu-se um mundo dentro dentro de mim...
De sonhos, de quereres, de desejos...
É impossível não querer saber do futuro.
Por mais que só possa pensar, viver um dia de cada vez...
Não dá para deixar de te sonhar, de nos sonhar...
Fecho os meus olhos e só nos vejo a nós.
No ontem, no hoje, no amanhã...
E sinto tanto o tempo a correr na minha pele...
As saudades as estrangularem a minha alma...
O desejo a consumir cada pedaço do meu âmago...
Chega perto, segura na minha mão e diz que tudo vai acalmar.
Tudo é muito mais do que eu poderia pedir...
Tu és mais do que eu podia desejar...
Nunca ninguém cuidou do meu mundo como tu...
Nunca um olhar cruzou o meu, com a ternura do teu...
É tudo tão forte que às vezes, sinto como se o ar que respiro dependesse da tua presença, da tua voz, do teu olhar...
Segura a minha mão e diz que vais continuar aqui, onde eu preciso de ti!

*



3 comentários:

WildMindMan disse...

Passado, Presente e Futuro

Passado:
Chamaste-me.
Na primeira conversa, marcaste-me.
Senti que estava ali uma luz diferente. Uma alma fantástica.
À medida que fui levantando o véu, não só confirmaste tudo o que pensava, como acrescentaste ainda muito mais ao que podia esperar.
Na realidade não te procurava mas tinha que te encontrar e ainda não sabia porquê.
Cada vez mais intenso, cada vez mais delicioso, cada vez mais apaixonante.
Tudo cresceu de forma tão linda, sincera e livre.

Presente:
Não me imagino sem ti.
Preciso de te ter constantemente em cada pensamento em cada momento.
Preciso de saber que estás aí e que sentes o mesmo.
Fazes parte da minha vida. É algo fantástico.
Todas as palavras para te dizer o quanto gosto de ti me parecem tão banais.
Prefiro sempre mostrá-lo por acções.
Vivo um presente lindo com a menina mais linda que já conheci.

Futuro:
Não me imagino sem ti.
De que forma? Não sei. Só sei que não me imagino sem ti.
Tenho a certeza que o futuro é construído pelas acções do presente.
Um papel em branco.
Quero desenhar nesse papel a nossa felicidade.

^º^

O Profeta disse...

Na elegante e fina escrita da tua pena

Às vezes é preciso acordar o silêncio da memória
Ou esperar pelo adormecimento inadiável
Com o gesto sereno e demorado da ternura
Com o acordar do amor rompendo o improvável


Uma radiosa semana



Doce beijo

Jasmim disse...

O Profeta :)

*