Presa...



Há dias em que a vontade de gritar estrangula meu âmago,
Por momentos partir o céu resolveria todos os meus caprichos insanes,
Apetecia-me isolar-me do mundo por tempo indeterminado,
Fechar os olhos e sentir o escuro como amparo,
Divagar palavras sem sentido, crueis, insensiveis, de ofença...
Correr estrada fora sem destino, perder-me, perder-te, desencontrar-me do caminho que tenho a seguir...
Quisera eu alterar os pensamentos nefastos que me assolam a alma, ficar em paz, tranquila, ter-me de novo em equílibrio!

2 comentários:

Camila Monteiro disse...

Que interessante teu blog. Adorei.
Te seguindo, passa no meu se puder.
Bjos

www.vidacomplicada.com

Amanhecer disse...

Lindos textos e imagens, parabéns pelo gosto artístico.