...





Hoje parti sem rumo, num voar doce do sonho...
Senti saudades...
Senti as lágrimas dançarem no meu rosto sem as conseguir conter...
Lembrei momentos em que a vida me sorriu e no instante a seguir me "roubou" esse bom sentir...
Olho para trás e meu âmago transborda de desejos, de sonhos, de quereres sublimes mas, sempre, cada vez mais intocáveis...
Não sei discernir, ou melhor, talvez não o queira fazer, pois por momentos apetece-me sentir assim, sem saber se afinal me sinto bem ou não....
Minhas mãos limpam o rosto gélido pelas lágrimas que o afagam...
Meu peito sente-se apertado, num sufoco inconstante de sentimentos...
Meu corpo fraqueja e a minha alma deambula nas avenidas do meu eu...
Gritos contidos, calados, fustigam minhas entranhas...
E eu... Apetece-me continuar assim, sem saber o que sinto afinal...
Abraço esta demência...
E sorrio, o meu âmago ainda que magoado, sonha-te como se estivesses desde sempre junto a mim!

6 comentários:

Andrea disse...

Beijinho enorme *

Um Momento disse...

E eu abraço-te com muito carinho...
Beijo docinho em tu minha Doce Jasmim
E não esquece...
Gosto-te!!

(*)

kakauzinha disse...

São aqueles momentos que tantas vezes nos invadem, minha querida docinha. Mas o sorriso depois volta, como sempre, porque a vida não nos dá apenas lágrimas.

Um beijinho muito grande no teu coração e um abraço apertadinho desta sempre tua muito amiga****:))))

P.S. O Wild também te manda um grande, grande, beijinho, "falámos" no Salão Nobre.

evy disse...

Abre lá a porta ao senhor das barbas brancas, vês o presente com um laço vermelho? é o meu, um abraço mto apertadinho e um beijo do tamanho do mundo. Feliz Natal minha querida

anjodeluz disse...

Um beijo de um anjo...*

Fragmentos Intemporais disse...

Foi por acaso que entrei aqui,mas não é ao acaso que deixo minhas humildes palavras.
Gostei do espacinho, das palavras e da bela escolha musical.

Belo aroma se respira aqui...aroma a Jasmim...muito bom.